Setor Palotina

Menu

Atividade de conclusão de disciplina na UFPR vira livro que ensina astronomia às crianças

Duas alunas e uma professora do¬†curso de Licenciatura em Ci√™ncias Exatas da UFPR em Palotina transformaram uma atividade did√°tica em um material original que ensina √†s crian√ßas sobre os sat√©lites.¬†As acad√™micas Ana Maria Batista e Patr√≠cia¬†Gallo¬†de Oliveira e a professora Roberta¬†Chiesa¬†Bartelmebs¬†apresentam as fases da lua¬†com atividades l√ļdicas para crian√ßas a partir dos sete anos de¬†idade.¬†¬†

O livro foi registrado na Biblioteca Nacional, com ficha catalográfica elaborada no setor e está sendo comercializado apenas para cobrir os custos da produção. De acordo com a professora, a disciplina que resultou no processo de produção do material paradidático tem com principal objetivo discutir a Educação em Astronomia na formação de futuros professores das áreas de Ciências Exatas e da Biologia. Ela explica que houve um remodelamento para o período especial, com a proposta de se criar um instrumento para ensinar conceitos, podendo ser um jogo, um livro, um vídeo ou uma vídeo-aula. 

“Para a Educação em Astronomia, atividades neste sentido são extremamente ricas. Isso porque além de se tratar de um material com conceitos científicos bem estruturados, também apresenta um potencial didático e pedagógico para uso pelos professores em suas aulas de Ciências“, reforça Roberta. A professora argumenta que existe uma baixa oferta de materiais didáticos que sejam voltados à Astronomia no Ensino Fundamental, especialmente nos anos iniciais. “Por isso sempre incentivamos nesta disciplina que os alunos e alunas criem materiais didáticos que possam ser utilizados pelas professoras e pelos professores em sala de aula“. 

 A atividade que resultou no livro não beneficia somente as crianças, mas também as futuras professoras e autoras da obra, já que, de acordo com Roberta, produzir um livro didático ou paradidático é um desafio e ela sequer pensou que alguém da turma pudesse aderir à idéia. Um dos trabalhos mais complexos foi justamente aprofundar os conceitos que as acadêmicas desejavam abordar e transformá-los em uma linguagem acessível para as crianças.  

¬†Os recursos¬†interativos¬†planejados, por exemplo,¬†podem servir de base para a professora ou o professor utilizar em sala de aula.¬†‚ÄúElas¬†puderam colocar em pr√°tica v√°rios conceitos aprendidos ao longo da Licenciatura em Ci√™ncias Exatas‚Äú, comenta.¬†O conhecimento de¬†Did√°tica das Ci√™ncias e das Pr√°ticas Pedag√≥gicas¬†tamb√©m teve de ser exercitado¬†para pensarem¬†no formato ideal da obra,¬†nas ilustra√ß√Ķes,¬†no tamanho do texto¬†e¬†no n√≠vel de dificuldade das atividades.¬†

Ciência complexa 

Roberta tem uma pesquisa na UFPR sobre o Ensino de Astronomia Básica para o Ensino Fundamental, tocado há seis anos, intitulado Educação em Astronomia nas escolas e o Ensino de Ciências. Segundo ela, de um modo geral, há grandes desafios a serem vencidos nesse campo, inclusive na formação do professor. “Em geral, o docente dos anos iniciais ou o professor de Ciências do Ensino Fundamental (pedagogos ou biólogos em geral) não possuem formação para trabalhar com conceitos de Astronomia nas suas aulas“, conta. 

Outra complexidade que se soma √† dif√≠cil miss√£o de ensinar astronomia na inf√Ęncia √©¬†a¬†dificuldade¬†da disciplina.¬†‚ÄúA Astronomia √© bastante complexa e exige que seus conte√ļdos sejam abordados com diferentes n√≠veis de complexidade dependendo do grupo a que se destina‚Äú, aponta. De acordo com a professora, a¬†pandemia¬†tornou tudo ainda mais¬†dif√≠cil,¬† j√°¬†que¬†parte do Ensino de Astronomia depende tamb√©m do contato com o c√©u.¬†‚ÄúTivemos que nos adaptar e criar estrat√©gias que contemplem isso de forma virtual. Para isso contamos com o apoio de outras institui√ß√Ķes que possuem planet√°rios e que agora, por conta do isolamento social, desenvolvem suas atividades de modo virtual, bem como fizemos uso de softwares gratuitos tais como¬†¬†Stellarium‚Äú.

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor Palotina
Rua Pioneiro, 2153
CEP: 85950-000 - Palotina (PR)
Fones: +55(44)3211-8500 / 3211-8501
E-mail: setorpalotina@ufpr.br

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor Palotina
Rua Pioneiro, 2153
CEP: 85950-000 - Palotina (PR)
Fones: +55(44)3211-8500 / 3211-8501
E-mail: setorpalotina@ufpr.br

Imagem logomarca da UFPR

©2022 - Universidade Federal do Paraná - Setor Palotina

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR